quarta-feira, 24 de outubro de 2012

candidatos prometem SOROCABA sem sujeira eleitoral domingo, quero só ver, vou estar de olho.




Os candidatos à Prefeitura de Sorocaba acataram a sugestão da Justiça Eleitoral e se comprometeram a não promover a distribuição e o despejo de material de campanha, os populares santinhos, pelas ruas da cidade nas eleições do 2º turno que acontecem no domingo, 28. Em reunião realizada na tarde de ontem, na sede dos cartórios eleitorais de Sorocaba, as coordenações de campanha de Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) e Renato Amary (PMDB), fizeram um acordo no qual ambas as partes concordaram com a orientação. A medida partiu dos juízes eleitorais da cidade que elaboraram a proposta tendo em vista os transtornos causados pelo grande volume de lixo que tomou conta da cidade no primeiro turno das eleições, dia 7 de outubro.

Além dos coordenadores das campanhas, o encontro contou ainda com a presença de autoridades da esfera da segurança, como representantes das Polícias Civil e Militar, Guarda Civil Municipal e o juiz da 137ª zona eleitoral (ZE), Pedro Luiz Alves de Carvalho. Segundo ele, ambas as coordenações estabeleceram o compromisso de não poluir os locais de votação. "Os coordenadores que estiveram presentes representando as campanhas assumiram a responsabilidade de não jogar santinhos nos colégios eleitorais. Eles estão cientes de que haverá fiscalização e prisão em casos de flagrantes", explica.

Entretanto, a decisão prevê que não seja propagada a poluição apenas no dia da votação, ou seja no domingo. Quanto a isso, o juiz Pedro Luiz de Carvalho afirmou que haverá outra maneira de punição aos infratores caso haja despejo de material de campanha nos arredores das escolas na noite que antecede o pleito. "Nesse caso, será divulgado através da imprensa o nome do candidato ao qual corresponde a sujeira", afirmou, confirmando no entanto, que o flagrante só será de fato aplicado em caso de irregularidades constatadas no domingo.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a coligação "Amor e respeito por Sorocaba", que apoia a candidatura de Pannunzio, informou que "já havia decidido que no segundo turno das eleições não colocaria santinhos nas ruas". A nota enviada à reportagem do jornal Cruzeiro do Sul explica que a decisão foi tomada em virtude da sujeira que tomou conta da cidade no dia das eleições do primeiro turno, e garante que naquela oportunidade foi "difícil controlar o comportamento dos candidatos a vereador", o que não ocorre agora. O comunicado finaliza garantindo que não haverá material dos candidatos nas ruas no dia da eleição.

A coligação "Sorocaba do bem", que apoia a candidatura de Amary informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que está integralmente de acordo com a proposta da Justiça Eleitoral bem como com a decisão estabelecida entre as duas campanhas. O volume de lixo eleitoral que invadiu as ruas e principalmente nas entradas dos locais de votação foi o destaque negativo do primeiro turno das eleições não só na cidade de Sorocaba, como também em todo o País. Em Bauru (SP), uma idosa de 64 anos morreu após sofrer uma queda ocasionada pela quantidade de santinhos espalhados em frente a uma seção.

Em Sorocaba, houve casos de quedas e escorregões em frente a escolas, sendo necessária inclusive a ação de funcionários públicos da limpeza para varrer a entrada de alguns colégios a fim de evitar mais acidentes. Em Votorantim, o lixo despejado por candidatos pela cidade resultou em uma manifestação de munícipes, que recolheram lixo de propaganda e jogaram em frente à Câmara Municipal, um dia após a votação.

( domingo 28/10, celular na mão pra conferir .) 

Nenhum comentário: