quinta-feira, 11 de outubro de 2012

atenção senhores pais, olha o salgadinho do demônio na mão do seu filho




Apesar da forma inusitada que William Ferraz Machado, 25 anos, escolheu para esconder os entorpecentes que vendia, ele foi flagrado por membros da GCM (Guarda Civil Municipal), na manhã de ontem. 

O rapaz foi abordado com um pacote de salgadinho contendo porções de maconha, cocaína e crack, nas proximidades de uma escola estadual no Parque das Laranjeiras, zona norte.

No momento em que patrulhavam as ruas ao redor da escola, os GCMs explicam que dois jovens foram vistos saindo de uma viela. Ao notarem a aproximação da viatura, um deles correu, mas foi abordado. 

“William estava com o pacote de salgadinho nas mãos e o colocou no chão. Em seguida ficou de costas e colocou as mãos na cabeça para ser revistado”, explica o GCM Oliveira Lima, que atendeu a ocorrência juntamente com o GCM André.

No bolso do suspeito foram localizados R$ 52. “Ele não esperava que fóssemos olhar a embalagem de salgadinho”, destaca o GCM. Dentro do saco havia mais de cem flaconetes de cocaína, quatro tabletes de maconha e cinco flaconetes de crack.

Mesmo assim, William negou o envolvimento com o tráfico, afirmando que era usuário de drogas e que todos os entorpecentes apreendidos era para  consumo próprio.

Familiares do jovem foram avisados da apreensão. Os pais do acusado disseram aos guardas que o filho era usuário de maconha e de cocaína. “A mãe dele disse que amigos da família a avisaram que o filho tinha começado a traficar na avenida Ulysses Guimarães”, complementa Oliveira Lima.

Como o jovem seguia com um segundo rapaz para o portão da escola, a suspeita é de que ele teria deixado o ponto de tráfico da avenida e migrado para a escola, que fica próxima de sua residência, com o objetivo de vender aos alunos da unidade de ensino. Levado ao Plantão Policial Norte, o jovem foi indiciado em flagrante por tráfico de entorpecentes.

Para o delegado Marcelo Almagro, as evidências apresentadas não deixaram dúvidas do envolvimento de William com o crime.
O acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisório, do bairro Aparecidinha, onde permanecerá à disposição da Justiça.( tinha de fazer ele comer todo o salgadinho com droga, depois leva no hospital e enfia até a sonda no rabicó dele pra fazer a lavagem.)

Nenhum comentário: