quinta-feira, 30 de outubro de 2014

miss bumbum PARÁ denuncia concurso, é tudo enganação

FAMOSIDADES: Denúncia: Miss Bumbum Pará diz que posto é comprado: "Custou R$ 100 mil"
 Miss Bumbum Pará, Juliana Bittencourt resolveu colocar a boca no trombone há dois dias da divulgação das 15 participantes mais votadas pelo público na internet. A loira afirmou que a organização vendeu os três primeiro lugares para as candidatas que aceitaram pagar R$ 100 mil ao donos da empresa que gerenciam o evento.
“Não sei quais serão as posições, mas é certo que Indianara Carvalho, Claudia Alende e Rebeka Francis ficarão entre as três primeiras colocadas. O concurso já está decidido porque elas pagaram o que eles queriam”, revelou ao Famosidades.
Juliana descobriu a “fraude” quando recebeu uma ligação de Felipe Almeida, integrante da equipe que gerencia o concurso, oferecendo a vaga. “Ele me pediu R$ 100 mil para ficar entre as três primeiras colocadas na final, mas não aceitei. Ofereci R$ 70 mil, ele ficou de ver com o ‘responsável’ e me retornar. Depois, ele me ligou dizendo que aceitava só os R$ 70 mil.”
A loira teria desistido de pagar pelo resultado por não ter nenhuma garantia de que ficaria entre as três finalistas. “Depois que voltei atrás, eu cai da nona posição para o 24º lugar. Ou seja, até mesmo a enquete feita no site é fake”, afirmou.
A catarinense disse ainda que pagou R$ 7 mil pela vaga de Miss Bumbum Pará. A modelo não conseguiu concorrer pelo seu estado natal porque não aceitou pagar uma quantia maior. “O Felipe me procurou me oferecendo a vaga no concurso. Me pediu R$ 10 mil e eu neguei. Depois, me procurou novamente com um valor mais baixo dizendo que só haviam sobrado quatro estados e que eu poderia escolher”, explicou.
Juliana ameaçou os organizadores de tornar pública a “sujeira” do concurso e recebeu uma carta do advogado da empresa responsável pelo evento lembrando que caso ela viesse a público falar do concurso teria que pagar uma multa de R$ 20 mil por violar uma cláusula do contrato. “Documento que nenhuma de nós temos cópia”, ressaltou.
A beldade afirmou que tem prova das acusações que fez, já que gravou boa parte das conversas que teve com Felipe. “Acredito que serei expulsa do concurso como a Lívia [Santos, Miss Bumbum Tocantins]“, especulou.
Aliás, Juliana garantiu que Lívia não foi eliminada da disputa por ter recebido votos “através de recurso de informática” como fora divulgado oficialmente. Na verdade, a modelo não pagou o valor combinado da inscrição.
© Divulgação Denúncia: Miss Bumbum Pará diz que posto é comprado: “Custou R$ 100 mil”
“Eles fizeram isso para aparecer. A maioria das notícias que saiu na imprensa sobre as candidatas são falsas. Eles nos obrigam a mentir para os jornalistas para ter espaço na mídia”, acusou.
De acordo com Juliana, a Miss Bumbum Bahia, Yara Muniz, nunca foi expulsa de casa pelo marido; a Miss Bumbum Rondônia, Rebeka Francis, não é evangélica; e as candidatas Ana Paula Xavier e Thaynara Ferreira não são lésbicas.
“Esse namoro foi criado para bombar na imprensa. Eu mesma fui obrigada a dizer que pesava 83 quilos, pesando 67 quilos, para depois vender uma matéria de que eu havia perdido mais de 30 quilos. Queriam que eu conseguisse pesar 58 quilos para isso”, contou.

( qual vantagem de ter de pagar 100 mil, é ter sde se submeter a tudo depois de ganhar ? e quem não tem 100 mil, se a moça tem isso no banco, pra que pagar por um concurso deste tipo ?  
dar 100 mil pra urubus ficarem admirando bundas e bundas , ficar mostrando isso pra todo o pais,só pra ser a próxima  ANDRESSA URACH ? uma sub-celebridade ? não obrigado, preferível guardar esta grana pro dia de amanhã isso sim.

Nenhum comentário: