sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

filme a entrevista não será lançado, deu cagaço na AMÉRICA.


Lançamento do filme ‘A entrevista’ é cancelado no Brasil, diz Sony
Segundo assessoria da empresa, cancelamento é ‘até segunda ordem’.
Comédia sobre plano para matar líder da Coreia do Norte é alvo de hackers.
Do G1, em São Paulo
A assessoria de imprensa da Sony disse que o lançamento do filme “A entrevista” está suspenso no Brasil “até segunda ordem”. A empresa havia anunciado nesta quarta-feira (17) que cancelou a exibição da comédia nos cinemas prevista para começar em 25 de dezembro, depois de grandes redes de salas de cinema dos Estados Unidos se negarem a passar o filme por conta das ameaças recentes de hackers.
“Com a decisão da maioria dos nossos expositores de não exibir o filme ‘A entrevista’, decidimos não avançar com o lançamento planejado para 25 de dezembro”, disse a Sony em comunicado. “Respeitamos e compreendemos a decisão de nossos parceiros e, é claro, dividimos seu interesse proeminente na segurança do público e dos funcionários”.
Na terça (16), o grupo que alega ser responsável por hackear as redes da Sony ameaçou atacar as salas de cinema que exibissem “A entrevista”, filme de comédia sobre um plano fictício da CIA para assassinar Kim Jong-Un, líder da Coreia do Norte. 
A ameaça, que foi divulgada em sites de compartilhamento de arquivos, faz menção ao atentado de 11 de setembro e afirma ainda que “o mundo será tomado pelo medo”.
Em comunicado, a Sony também disse que está “profundamente triste com este esforço descarado para suprimir a distribuição de um filme, e com isso prejudicar a nossa empresa”, e que está ao lado dos cineastas de “A entrevista”.
Nesta quarta (17), a estreia do filme em Nova York já havia sido cancelada. Uma porta-voz da Landmark, que iria realizar a sessão em sua sala no Lower East Side, disse por e-mail que a exibição seria cancelada, mas não explicou os motivos. Uma porta-voz da Sony não comentou imediatamente sobre a ameaça.
( e onde está a poderosa AMERICA  que se rende a este tipo de ameaça , cade o lema não negociamos com terroristas ? então não podem garantir a segurança de todos, eu achei que era um golpe de marketing, fazer o filme render por outros meios que não fosse o cinema, um novo tipo de arrecadação, mas a coisa parece séria mesmo.
se for assim que tipo de filme pode ser lançado daqui pra frente então ? abre um perigoso precedente, que outros grupos se sintam encorajados e ameacem a tudo e a todos pra impor sua censura, que determinem o que vc pode assistir, ouvir, ler. 

não é apenas EUA, o mundo sofre censura, militantes, fundamentalistas e outros bichos, querem nos amordaçar, agora quem quiser ver o filme torça pra ele pelo menos aparecer online em algum site ai todos podemos ver, PAULO COELHO até ofereceu 100 mil a sony pra por o filme em seu blog.)

Nenhum comentário: