domingo, 26 de abril de 2015

taxistas do RJ são ameaçados por maluco, por causa deste tal UBER.




Polícia do Rio investiga ameaças contra taxistas em vídeo na internet
Taxistas registraram queixa na Delegacia da Central do Brasil.
Homem trabalhava para Uber, mas foi descredenciado por críticas negativas
Do G1 Rio
A 4ª DP (Central do Brasil) abriu um inquérito nesta sexta-feira (24) para investigar um homem que aparece armado em um vídeo, ameaçando motoristas de táxis. O caso ganhou repercussão pela internet, como mostrou o RJTV. Em um vídeo publicado em uma rede social, um homem que afirma ser motorista de transporte executivo fala sobre ameaças que um colega estaria recebendo de taxistas.
“Vento que venta lá, venta cá também, e ‘tão’ querendo tomar posto como se fosse boca de fumo. A gente respeita a profissão de vocês, agora vocês têm que respeitar a nossa profissão também. O que acontece é o seguinte, se fizer covardia, se pegar algum amigo nosso na covardia, vai ser cobrado. ‘Tá’ entendendo?”, afirma o homem, que não teve a identidade revelada pelos investigadores.
Em seguida, ele mostra uma arma e filma o próprio rosto. “Vem falar com a rapaziada do transporte executivo, que a gente também está correndo atrás do nosso, valeu? Fica a dica aí para vocês, o bagulho é doido”, ameaça o homem.
Um grupo de taxistas registrou queixa contra o homem que aparece no vídeo. As imagens foram entregues na Delegacia da Central do Brasil. “A gente está esperando realmente que as autoridades venham a tomar alguma providência, identificar esse cidadão e que possam autuá-lo com o rigor da lei”, afirmou um taxista que preferiu não se identificar.
Ex-prestador da Uber
O homem do vídeo prestava serviço para a Uber, um aplicativo de celular que oferece corridas em carros de luxo e cobra de acordo com o percurso. Por nota, a empresa afirmou que ele foi descredenciado meses atrás, depois de avaliações negativas dos usuários. A Uber disse ainda que repudia qualquer tipo de violência.
No início do mês, taxistas protestaram contra o aplicativo. A Secretaria Municipal de Transportes informou que os serviços oferecidos pela Uber e outros aplicativos similares são ilegais no Rio. O caso chegou a ser investigado na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, mas o inquérito foi arquivado porque o Ministério Público entendeu que não há crime. A secretaria afirma que pediu a reabertura das investigações.
A polícia agora tentará localizar e chamar para depor o homem que aparece no vídeo. Além de ameaça, ele pode responder pelo crime de extorsão porque estaria cobrando valores abusivos pelas corridas.

( tudo aqui no BRASIL vira máfia, táxi piratas, vãs exploradas por milicias, espero que isso nunca chegue aqui em SOROCABA, agora este tal UBER, que já ta proibido em alguns países, pois qualquer zé mané com carro pode se associar.
agora o elemento ai é o que ? dono do RJ, quer guerra com os taxistas do RJ ? a cidade pode virar campo de guerra entre taxistas, legalizados, piratas, motoristas de uber, de vans e ai ?)

Nenhum comentário: